CACAU CLONAL – ALTA PRODUTIVIDADE E RENDA

CACAU CLONAL – ALTA PRODUTIVIDADE E RENDA

O Centro de Estudos Rioterra em parceria com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – CEPLAC realizou nos dias 21 e 22 de junho 2016, intercâmbio em Ouro Preto do Oeste, no qual participaram agricultores familiares e técnicos beneficiários do Projeto “Semeando Sustentabilidade”, patrocinado pela Petrobras através do programa Petrobras Socioambiental.

O objetivo principal do evento foi demonstrar aos agricultores as várias possibilidades de aumento da produção e renda em área relativamente pequenas, através da produção do cacau clonal.

Durante visita à Estação Experimental da CEPLAC, os participantes conheceram todo o processo de desenvolvimento da cultura. No viveiro, receberam informações sobre metodologias de germinação e crescimento, além de demonstração do processo de clonagem do cacau a partir da técnica de enxertia, método de fácil replicação pelo agricultor.

Em unidades demonstrativas dentro da Estação, os agricultores e técnicos puderam observar alguns modelos de Sistemas Agroflorestais formados por cacau clonal associado a outras essências florestais.

Em uma propriedade com cacau clonal implantado a 11 anos, os participantes receberam explicações sobre técnicas de plantio, sombreamento e poda do cacau, além de informações sobre produtividade e possibilidades de agregação de valor e geração de renda com produtos derivados como chocolate, doces, trufas, entre outros.

A partir deste intercâmbio, o Centro de Estudos Rioterra, irá identificar agricultores que possam ter suas propriedades jardins clonais, áreas que funcionarão como produtores de matrizes de cacau clonal para o atendimento dos demais agricultores da região.

Está previsto ainda, um curso sobre técnicas de clonagem de cacau. Este curso será realizado no Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste e terá como beneficiários, agricultores familiares dos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Rio Crespo.

 

0