REPRESENTANTES DO CES RIOTERRA PARTICIPAM DE SEMINÁRIO NACIONAL SOBRE O NOVO CÓDIGO FLORESTAL NO PARANÁ

REPRESENTANTES DO CES RIOTERRA PARTICIPAM DE SEMINÁRIO NACIONAL SOBRE O NOVO CÓDIGO FLORESTAL NO PARANÁ

O município de Antonina, no Paraná, sediou entre os dias 22 e 24 de setembro, o Seminário Nacional sobre “Diálogos para Implantação da Nova Lei Florestal”. O evento foi realizado pela Associação de Defesa do Meio Ambiente e do Desenvolvimento de Antonina – Ademadan, patrocinado da Petrobras através do Programa Socioambiental, em parceria com IMCBIO, UFPR e Prefeitura de Antonina.

Dentre os presentes, destacaram-se os representantes de várias instituições nacionais que desenvolvem projetos patrocinados pela Petrobras, ligadas ao meio ambiente, como CES Rioterra, representando a sociedade civil da região norte e entes públicos como Ministério do Meio Ambiente/MMA, Ministério do Desenvolvimento Agrário/MDA, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social/BNDES.

O Seminário teve como objetivo principal disseminar práticas positivas e estabelecer diálogos entre os diferentes atores envolvidos com questões ambientais para o cumprimento da nova lei florestal. Dentre os pontos debatidos, está a necessidade de difusão de experiências em cada bioma sobre recuperação e conservação de florestas, bem como a criação de uma agenda comum voltada para unir esforços com o intuito de regularizar ambientalmente as propriedades rurais na busca de melhores ambientes produtivas e de conservação.

Confira algumas fotos do evento:

foto-03

foto-00

foto-02

foto-04

foto-06

foto-05

foto-01

0
CES Rioterra entrega documento do CAR para mais de 100 agricultores familiares de Cujubim

CES Rioterra entrega documento do CAR para mais de 100 agricultores familiares de Cujubim

Em cerimônia na Câmara Municipal de Cujubim, sexta-feira, 26, mais de 100 agricultores receberam o CAR – Cadastro Ambiental Rural. A ação do Centro de Estudos Rioterra, que faz parte do projeto Semeando Sustentabilidade patrocinado pela Petrobras através do Programa Socioambiental, busca apoiar a regularização ambiental em municípios de Rondônia que possuem um histórico de elevados índices de desmatamento no Estado como Cujubim.

“Buscamos formas alternativas para promover o desenvolvimento econômico nesses municípios e o CAR é uma de nossas ações. Apoiar a agricultura familiar na transição de um modelo de exploração florestal com muita emissão de carbono para um modelo de agricultura sustentável de baixa emissão é nosso compromisso”, afirmou Alexis Bastos, coordenador de projetos do CES Rioterra.

Entre as autoridades presentes, a secretaria municipal de agricultura de Cujubim, Rosa Becker, destacou os benefícios que esse trabalho proporciona. “Com o CAR o produtor tem sua propriedade regularizada ambientalmente e passa a ter vantagens como acesso a créditos para financiamento rural”, destacou.

“Além de receber o CAR gratuitamente, estou aprendendo formas alternativas de utilizar minha terra para meu sustento preservando a natureza. Isso é bom”, contou Adilson Alves Rodrigues, proprietário de um sítio na Linha B-90, Gleba 04, em Cujubim.

 

foto-1

O CAR

 Criado pela Lei nº 12.651, de 2012, no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente/SINIMA, o CAR é uma base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Obrigatório em todo país, em Rondônia, ele é feito em uma plataforma on line disponibilizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental/SEDAM. Através de Termo de Cooperação com a Sedam, o CES Rioterra se habilitou para realização do cadastramento e tem feito gratuitamente o CAR para propriedades de agricultores familiares (até 240 hectares) dos municípios de Itapuã do Oeste e Cujubim.

Produtores rurais dos municípios de Itapuã do Oeste e Cujubim que possuem propriedades rurais com até 240 hectares interessados em fazer o CAR podem procurar informações no Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste.

IMG_0419

IMG_0386

IMG_0331

0
III Seminário de Perspectivas Florestais para Conservação da Amazônia.

III Seminário de Perspectivas Florestais para Conservação da Amazônia.

cover O Centro de Estudos Rioterra promoverá nos dias 09 e 10 de outubro o III Seminário de Perspectivas Florestais para Conservação da Amazônia – Biodiversidade, em comemoração ao aniversário da Floresta Nacional do Jamari, que completa 30 anos e do CES Rioterra, que completa 15 anos.  O evento, patrocinado pela Petrobras através do Programa Socioambiental, acontecerá no auditório da UNIR Centro, em Porto Velho. Participarão especialistas e pesquisadores para debater sobre “Conservação da Biodiversidade na Amazônia”.

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Programação do Evento:  09 de Outubro

19:30 Fabiana Gomes Barbosa (CES Rioterra) Tema da Palestra: Agricultura Familiar e sua Importância para Conservação dos Recursos Naturais – Resultados e Experiências do Projeto Semeando Sustentabilidade

20:15 Simone Nogueira (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio) Tema da Palestrante: CR1 e o Atual Contexto da Conservação no Sudoeste da Amazônia Coquetel de abertura

10 de Outubro

14: 00 Informes gerais

14:15 Áquilas Mascarenhas (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio) Tema da palestra: 30 Anos da Floresta Nacional do Jamari – História e Desafios

15:00 Osvaldo Pittaluga (Secretaria do Estado de Desenvolvimento Ambiental – SEDAM/RO) Tema da Palestra: UCs Estaduais – Contexto Atual e Desafios

15:45 Robson Luis Bueno Vieira (Serviço Florestal Brasileiro – SFB) Tema da Palestra: Avanços da Concessão Florestal em RO e Perspectivas

16:30 Cooffe break

17:00 Paulo H. Bonavigo (Ação Ecológica Guaporé – ECOPORÉ) Tema da Palestra: Conservação da Biodiversidade

17:45 Manoel dos Santos Filho (Secretaria do Estado de Desenvolvimento Ambiental – SEDAM) Tema da Palestra: CAR – Organização Territorial e Conservação da Biodiversidade

18:30  Marcelo R. dos Anjos (Universidade Federal do Amazonas – UFAM) Tema da Palestra: Conservação da Biodiversidade Aquática na Amazônia – Relação Rios e Floresta

19:15 Leandro Valle Ferreira (Museu Paraense Emílio Goeldi) Tema da Palestra: Conservação da Biodiversidade na Amazônia

Coquetel de encerramento

Obs: No dia 11 de Outubro, das 07:00 as17:00h, haverá uma visita técnica a FLONA do Jamari (Itapuã do Oeste), porém, como as vagas são limitadas faremos um sorteio entre os participantes no dia 10.

0
CES Rioterra realiza cursos de Manejo de Bacias Hidrográficas e Zoneamento de Propriedade Rural para produtores rurais de RO

CES Rioterra realiza cursos de Manejo de Bacias Hidrográficas e Zoneamento de Propriedade Rural para produtores rurais de RO

foto-01

Com o objetivo de capacitar agricultores familiares e conscientizá-los sobre a necessidade de desenvolver ações ambientalmente sustentáveis, o Centro de Estudos Rioterra realizou, em setembro, os cursos de Manejo de Bacias Hidrográficas e Zoneamento de Propriedade Rural para produtores rurais dos municípios de Cujubim e Itapuã do Oeste.

Para desenvolver as atividades, o Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste tornou-se um espaço de aprendizado e troca de informações entre os colaboradores do CES Rioterra e os agricultores. “Uma formar de melhorar a relação entre o pequeno produtor e o meio ambiente”, acrescentou Ravena Braga, bióloga do Setor Educação do CES Rioterra.

No curso de Manejo de Bacias Hidrográficas, realizado nos dias 02 e 03, os alunos puderam participar de atividades dinâmicas delimitando suas propriedades através de mapas, gerados pelo Laboratório de Geotecnologia do CES Rioterra, para ilustrar diferentes bacias e suas formações.

foto-04

Felipe Ulchôa, colaborador do CES Rioterra que ministrou a primeira palestra, destacou que “através das atividades práticas, os alunos puderam compreender como é o sistema de uma bacia hidrográfica através de sua organização e hierarquização fluvial, onde discutiram a melhor forma de inserção de empreendimentos na bacia e a melhor forma de manejar e planejar o uso racional e sustentável de uma bacia ou sub-bacia hidrográfica”.

O curso de Zoneamento de Propriedade Rural foi ministrado nos dias 04 e 05, pelo coordenador do CES Rioterra, Alexis Bastos. No primeiro dia de formação os alunos visitaram a Floresta Nacional do Jamari e uma propriedade que possui área recuperada pelo projeto “Semeando Sustentabilidade”, onde puderam observar um modelo de organização de propriedade.

No segundo dia, foi aplicado um exercício prático onde os agricultores descreveram suas propriedades através de mapas e expuseram suas opiniões e realidade quanto as formas mais eficientes de se planejar uma propriedade para um melhor aproveitamento econômico e sustentável.

Ao final do curso, houve grande satisfação por parte dos participantes, principalmente pelo fato de terem contribuído ativamente em todas as atividades que foram propostas e pela forma como os cursos foram aplicados.

“A iniciativa proposta pelo CES Rioterra estreita as relações de conhecimento entre técnicos e produtores rurais, que resulta no pensamento sustentável dos mesmos. Esperamos que os participantes possam tornar-se multiplicadores de conhecimento e repassem essas ideias para a comunidade rural como um todo”, concluiu Alexandre Queiroz, biólogo do Setor Educação do CES Rioterra.

foto-02

foto-03

0