Novas Ações do Projeto Semeando Sustentabilidade são Apresentadas em Cujubim

Produtores rurais de Cujubim/RO, conheceram na última sexta-feira, 26 de julho, no Salão da Paróquia São Luiz Gonzaga, os benefícios proporcionados pelo Projeto Semeando Sustentabilidade, realizado pelo Centro de Estudos Rioterra e patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Ambiental.

A abertura do evento discursaram representantes da Emater de Cujubim, Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – STTR do município, prefeitura, representada pela Secretaria de Agricultura e a Secretaria de Desenvolvimento Ambiental do Estado de Rondônia/SEDAM.

Durante o seminário técnicos do CES Rioterra apresentaram o projeto e falaram do cadastro no banco de áreas, destacando entre os benefícios o apoio à recuperação de áreas degradadas, distribuição gratuita de mudas e assistência técnica ao público da agricultura familiar.  Cerca de cem pequenos produtores rurais, interessados em regularizar ambientalmente suas propriedades participaram do evento.

Lideranças rurais como Eraldo José Mendonça, da Associação dos Produtores Cujubim II, e Raulino Gaudino, da linha CA-22, manifestaram-se favoráveis ao projeto, pois de acordo com eles as ações proporcionam que pequenos produtores, que não teriam condições de se adequar a atual legislação, possam se regularizar uma vez que receberão o apoio necessário para recompor áreas degradas.

O geógrafo Alexis Bastos, coordenador de projetos do CES Rioterra, explicou que as ações do Projeto Semeando Sustentabilidade visam criar modelos que sejam atraentes para os agricultores, não apenas ambientalmente, mas no tocante a economia e a outras questões sociais. Além disso o projeto se propõe a trabalhar aspectos de conservação da Floresta Nacional do Jamari a partir de intervenções em áreas rurais do seu entorno.

O coordenador do banco de áreas, Leonardo Pool, destacou a importância da parceria da Rioterra com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), onde os dados obtidos no cadastramento servirão para o Cadastro Ambiental Rural (CAR), agilizando e facilitando a organização da documentação das propriedades naquela região.

0