ACADÊMICOS DE BIOLOGIA CONHECEM PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE

O projeto é um experimento para fixação de carbono através da produção de mudas e replantio de áreas degradadas

aula_biologia_unir_na_flona_e_viveiro_26.10_(100)

No dia 26 de outubro, acadêmicos de Biologia da Universidade Federal de Rondônia – UNIR participaram de aula de campo da disciplina Fisiologia Vegetal – Botânica II. As atividades foram realizadas na Floresta Nacional do Jamari e no Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste, onde as instituições realizam pesquisas ligadas ao Projeto Semeando Sustentabilidade, patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental.

O grupo de estudantes foi recepcionado pelo biólogo André Oliveira, que apresentou numa palestra as ações do Instituto Chico Mendes (ICMBio) e as informações sobre a Flona do Jamari. Posteriormente a Brigada de Combate a Incêndios Florestais fez demonstrações de combate ao fogo.

No período da manhã, ainda na Flona, os acadêmicos tiveram aulas sobre marcação de matrizes, coleta de sementes, inclusive com apresentação de métodos de coletas em altura com uso de rapel e outros equipamentos.

À tarde, as aulas aconteceram no Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste, onde são produzidas as mudas que serã utilizadas no projeto Semeando Sustentabilidade para recuperação de áreas de matas ciliares no entorno da Floresta Nacional do Jamari. Os acadêmicos aprenderam sobre seleção, transporte e beneficiamento de frutos e sementes, métodos de quebra de dormência através de escarificação térmica, mecânica e ácida, aula prática de montagem de experimentos e estatística de germinação de sementes.

O estudante universitário Luiz Fontes Machado Neto, destacou a dimensão do Projeto Semeando Sustentabilidade e sua importância para o meio ambiente regional: “eu não tinha idéia da grandeza dessas ações e do volume de pesquisas que estão sendo desenvolvidas”, ressaltou.

A professora da UNIR, doutora Renita Frigeri, considerou que foi um momento importante para que os acadêmicos pudessem assimilar as teorias aprendidas em sala de aula com a vivência prática. “Desse modo puderam entender o papel da biologia para a sustentabilidade e o amplo campo de trabalho para o biólogo”, considerou.

O coordenador de Educação Ambiental da Rioterra, Emanuel Pontes Meirelles, elogiou a iniciativa e destacou a importância do Viveiro Municipal como mecanismo educador e de pesquisa.

Estão previstas uma série de visitas técnicas para acadêmicos de diferentes áraes e faculdades do estado. A próxima a ser beneficiada será a Uniron.

O projeto Semeando Sustentabilidade é uma realização do Centro de Estudos Rioterra, patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Ambiental, em parceria com a Prefeitura de Itapuã do Oeste, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e conta com o apoio da Prefeitura de Cujubim, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Superintendência de Patrimônio da União (SPU) e do Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

0