Projeto “Semeando Sustentabilidade” Oferece Curso de Gestão Administrativa e Financeira

curso_gestao_adm_finan_2

O Centro de Estudos RIOTERRA realizou nos dias 18 a 22 de outubro o Curso “Gestão Administrativa e Financeira para Organizações da Sociedade Civil” no Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste. Esta é mais uma formação que o Centro de Estudos RIOTERRA realiza pelo Projeto “Semeando Sustentabilidade”, patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental.

Participaram do curso representantes de associações rurais, Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, cooperativas, gestores escolares, associações de mulheres, técnicos das prefeituras dos municípios de Itapuã do Oeste e Cujubim, além de convidados do município de Candeias do Jamari-RO.

O coordenador Administrativo-Financeiro do Centro de Estudos RIOTERRA, Frederico Bastos, ministrou o curso. Ele considerou a realização dessa capacitação uma iniciativa importante para a qualificação da gestão de instituições locais e para melhorar o diálogo entre agentes sociais, gestores e técnicos que estão inseridos nos trabalhos nas organizações sociais, escolas e prefeitura.

Durante o curso foram abordados os temas de gestão social, gestão participativa, aspectos da legislação trabalhista, aspectos tributários aplicados a pagamentos com carteira assinada, procedimentos institucionais para realização de viagens, plano de trabalho, instrução para prestação de contas periódicas.

No decorrer do curso, os participantes foram estimulados a realizar trabalhos em grupo para exercitar os conteúdos teóricos na pratica de gestão e prestação de contas, simulando situações reais do cotidiano das entidades.

O representante da Associação dos Pequenos Agricultores da Linha Azul, Franklin Ferreira, destacou a importância para as organizações sociais da realização dessa capacitação. “No curso de Gestão Administrativo e Financeira compreendemos a importância do planejamento orçamentário, da boa pratica de prestação de contas, do cuidado com as notas fiscais, de nos atentarmos para a legistalacao trabalhista e tributaria. Com o acesso a essas informações e conhecimento, fortaleceremos nossas associações e comunidades”.

0

“Dia de campo do cacau” em Itapuã do Oeste

curso_giuliano

O Centro de Estudos Rioterra em parceria com Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (CEPLAC) realizaram no dia último 09 de outubro, em Itapuã do Oeste, o “Dia de Campo do Cacau”. O evento teve como objetivo orientar os produtores rurais para o manejo adequado da lavoura cacaueira. Dentre os assuntos abordados discutiu-se desde cuidados na implantação do sistema até os futuros tratos culturais como técnicas de poda, manutenção, controle de pragas e doenças.

Foram apresentados dados de estudos feitos pela CEPLAC desde 2002 em propriedades da região mostrando os variados arranjos produtivos e consórcios do cacau com outras espécies arbóreas. Estas proporcionam além do aumento da biodiversidade no sistema, o sombreamento necessário ao cacaueiro. A diversificação desses sistemas de produção possibilita ao agricultor familiar aumento de renda com outros produtos e promove a segurança alimentar nas propriedades rurais com a inserção de espécies como a pupunha, açaí e cupuaçu.

Essa ação faz parte do projeto Semeando Sustentabilidade, patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Ambiental, que tem a parceria da Prefeitura de Itapuã do Oeste, o Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade/ICMBIO, a Universidade Federal de Rondônia/UNIR e conta com o apoio da prefeitura de Cujubim, Ministério do Desenvolvimento Agrário/MDA, Superintendência de Patrimônio da União/SPU e do Serviço Florestal Brasileiro.

0

II Encontro com Viveiristas de Itapuã do Oeste debate o papel educativo do Viveiro Municipal

ii_encontro_viveiristas

Com o tema “O Papel Educativo do Viveiro Municipal”, foi realizado dia 29 de setembro de 2010 o II Encontro com os Viveiristas do Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste, promovido pelos educadores Alessandra Martins e Emanuel Meirelles, coordenadores de educação ambiental do Projeto “Semeando Sustentabilidade”, patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Ambiental.

O Encontro teve como principal objetivo “possibilitar um momento de diálogo e interação entre os viveiristas e os educadores do eixo de educação ambiental, tendo como foco o Viveiro como espaço educativo e de cidadania”.

Durante a atividade os viveiristas foram motivados a fazer memória do I Encontro, realizado no dia 10 de setembro, que teve como tema “Sentido e Significado do Viveiro Municipal na Construção do Projeto Político Pedagógico”.

Em seguida, participaram de uma dinâmica que consistia na elaboração da seguinte questão: “qual viveiro temos e qual viveiro queremos”? Nas respostas que surgiram durante a apresentação, os participantes responderam que vêem o viveiro como: “uma referência importante; como um espaço educativo que conta com espécies variadas de mudas que possibilita visitas de crianças e jovens das escolas locais; que recebe visita de pessoas de outras cidades e de outros estados do Brasil”. Disseram que desejam um viveiro“ reconhecido em todos os lugares; visitado com freqüência; um espaço estruturado; um viveiro educativo, com biblioteca, videoteca, dinâmico, com uma gestão participativa; e que cumpra seu papel de promover recuperação de áreas degradadas, mas que também seja um centro de ações culturais, educativas e de cidadania”.

O encontro com os viveiristas tornou-se uma atividade mensal que tem contribuído para construção do Projeto Político Pedagógico para gestão do Viveiro Municipal, com caráter não apenas produtivo, mas como espaço educativo e de troca de experiências dos trabalhadores que cotidianamante convivem nesse espaço.

Fonte: Coordenação de Educação do Centro de Estudos RIOTERRA
Foto: Emanuel Meirelles

0