Cursos realizados para capacitar as comunidades de Itapuã e Cujubim geram empregos

capacitacao_03

O Centro de Estudos Rioterra e a Universidade Federal de Rondônia-UNIR, através do projeto Semeando Sustentabilidade, patrocinado pelo programa Petrobras Ambiental, iniciaram em janeiro uma série de capacitações com o objetivo de qualificar profissionais para trabalharem em atividades ligadas a recuperação de áreas degradadas e nos processos ligados a concessão florestal da Floresta Nacional do Jamari.

Até o momento, foram ministrados cinco cursos para os moradores de Itapuã do Oeste e Cujubim/RO: Viveirismo, Produção de Mudas, Coleta de Sementes, Primeiros Socorros e Gestão Territorial e Ambiental. Dez pessoas que fizeram os cursos já foram contratadas para atuar no projeto e outras, contratadas pelas empresas concessionárias. As ações fazem parte dos eixos temáticos de Educação Ambiental e do Banco de Sementes.

Estão previstos ainda cursos de Coleta em Altura, Comunicação, Reutilização de Resíduos Sólidos, Elaboração e Gestão de Projetos, Conservação e Uso do Solo, Manejo de Bacias Hidrográficas, Sistemas Agroflorestais, Compostagem e Recuperação de Áreas Degradadas. Todos esses cursos são gratuitos e abertos a comunidade de Itapuã e Cujubim.

O projeto Semeando Sustentabilidade é realizado em parceria com a Universidade Federal de Rondônia-Unir, Grupo Geoprocessamento/Ulbra, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade/ICMBio, representado pela gerência da Floresta Nacional do Jamari e prefeitura de Itapuã do Oeste. Conta ainda com o apoio da prefeitura de Cujubim, do Ministério do Desenvolvimento Agrário/MDA, da Superintendência de Patrimônio da União/SFB e do Serviço Florestal Brasileiro/SFB.

0

Viveiristas e comunidade de Itapuã cada dia mais preparadas para trabalhos em viveiros

viveirista01_1269444714

O Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste/RO sediou entre os dias 11 e 20 de março, cursos de capacitação em primeiros socorros e coleta em altura. As atividades fazem parte do programa de formação do projeto Semeando Sustentabilidade, patrocinado pelo Programa Petrobras Ambiental, realizado pelo Centro de Estudos Rioterra.

Os cursos são um avanço para os trabalhos de coleta de sementes florestais no estado, pois aliados aos demais treinamentos, possibilitam aprendizado e inserção de técnicas coerentes com as dimensões das espécies amazônicas e segurança no desenvolvimento das atividades.
Apesar de estar no início, o projeto começa a mostrar seu potencial para tornar-se uma referência regional. Após conhecerem a iniciativa, várias prefeituras de Rondônia já requisitaram treinamentos, informações e apoio técnico para implantação de viveiros, que dentro das possibilidades institucionais, serão atendidas.

O projeto Semeando Sustentabilidade é realizado em parceria com a Universidade Federal de Rondônia-Unir, Grupo Geoprocessamento/Ulbra, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade/ICMBio, representado pela gerência da Floresta Nacional do Jamari e prefeitura de Itapuã do Oeste. Conta ainda com o apoio da prefeitura de Cujubim, do Ministério do Desenvolvimento Agrário/MDA, da Superintendência de Patrimônio da União/SFB e do Serviço Florestal Brasileiro/SFB.

0

MODOS DE OCUPAÇÃO E SITUAÇÃO DO MEIO FÍSICO DO MUNICÍPIO DE MACHADINHO D’OESTE/RO: UM EXEMPLO DA PRESSÃO ANTRÓPICA NO SW AMAZÔNICO

MODOS DE OCUPAÇÃO E SITUAÇÃO DO MEIO FÍSICO DO MUNICÍPIO DE MACHADINHO D’OESTE/RO: UM EXEMPLO DA PRESSÃO ANTRÓPICA NO SW AMAZÔNICO

Fabiana Barbosa Gomes¹
Vanderlei Maniesi²
Alexis Bastos¹

1. Mestranda (o) em Geografia – Universidade Federal de Rondônia/UNIR.
2. Prof. Dr. Universidade Federal de Rondônia/ DGEO/Educiências.

0